Um sentido!

Era tarde e não queria chegar novamente atrasado aquela reunão, resolvi usar uma das minhas super habilidades e chegar logo, e lá estava eu sentado na poltrona revestida de veludo vermelho e na hora, não é sempre que eu uso meu poderes pra esse tipo de coisas, mas ser um Super Homem tem essas vantagens, já era quinze para as cinco da tarde e tinha que voltar pra preparar o jantar, ela não gosta que eu atrase o jantar dela, afinal trabalhar fora é muito desgastante tem o chefe, os supervisores, os colegas puxa-saco, os pé-no-saco e ainda os falsos, nossa deve ser mesmo uma guerra, prefiro ser mesmo dono-de-casa. Ih são cinco horas e eu ainda estou aqui, vou ter que me superar mais uma vez, ela me pediu pra fazer cordeiro assado e macarrão ao molho branco, ela sabe que detesto cozinhar esse tipo de comida, gosto de arroz e feijão, isso sim que é comida de verdade, por isso ela semrpe pede essas comidas só pra me fazer ficar sem fome, acho qeu ela gosta de mim be mamgrinho, vou passar no supermercado e comprar um vinho pra justificar o atraso, talvez um chileno, um Concha y Toro ou seria melhor um português Casal Mendes semi-seco, é ela vai adorar a surpresa do vinho assim ganho tempo pra terminar o jantar. Deixa eu ir embora, porque sete horas em ponto ela chega, hoje eu não quero aborrece-la e dormir na sala de novo.












Foto tirado do site Revista do Brasil
Eustaquio










Ps.:Slipknot, nem parece neh!

3 comentários:

imnotinsane disse...

Diferente, gostei :)
***

Proibida disse...

Minha música? Difícil responder. De modo que para cada momento, cada nova situação, surge uma nova letra, uma nova melodia... :)

Beijo

Juliana.Campos disse...

Um super-homem-raridade! ;)