Um Sábado...(parte1)

É o mais importante de se saber é que era a minha primeira vez!
-como assim?
É isso mesmo primeira vez!
- Primeira vez o oque?
Vamos pelo começo.
Era sábado acordei bem cedo tipo oito e meia...
-mas oito e meia não é cedo!?
...Num sábado é!Posso contar a história, então acordei meio aperreado, me sentindo um estranho no ninho, sabe?,mas logo deixei isso de lado e fui em frente, coloquei uma roupa leve e clara pra me sentir mais a vontade, dizem que a roupa influência no seu humor diário, quis provar desse dito popular, desci pra cozinha onde eu não costumo tomar café de manhã, não por ser a cozinha , mas por não tomar café da manhã, mas como havia acordado cedo, resolvi experimentar o sabor do café, ele cheirava muito bem não dava pra resistir.
Assim que o coloquei em minha boca logo senti o amargo muito estranho, algo anormal para um café, opa esqueci de colocar açúcar, ah era isso, coloquei o açúcar no meu café, mas mesmo assim algo o tornava estranho pra mim, é tem algo errado comigo hoje...
continua...
Ps:
...As frases são minhas/as verdades são tuas/enquanto te desejo/me vejo chorando no meio da rua... embalado por Zeca Baleiro

3 comentários:

SAMANTHA ABREU disse...

isso daria quase um descontrole!
hehehe

:D

Beijos!

Verônica Martinelli disse...

Vamos esperar, então o próximo post, não?!!

Já estou curiosa:)


"As frases são minhas/as verdades são tuas/enquanto te desejo/me vejo chorando no meio da rua"
lindo isso...

beijos

CarolChamy disse...

hum

bem legal

voh espera anciosa a continuação^^

xoxo