quero ver outra vez, seus olhinhos em noites serenas...

...um grande poeta disse uma vez, que duas almas se encaixam ao se encontrar e sentir a felicidade uma da outra, pra ser sincero não espero de você mais do que educação, beijos sem paixão...

... como é possível todo um quê de quê sem que, por que.


tudo começa pelo começo ou ´pelo meio ou pelo fim, tudo tem um meio ou um jeito ou um lado a se levar em conta, mas o que não se pode esquecer é a verdadeira razão de tudo isso é me dá medo do medo que dá.... tenho medo do amor e de não saber amar....


mas para já com isso que coisa mais deprê!!!!!


um relato tosco de um momento sereno e sem muita vida na vida!!






ps.: lenine........Medo de olhar no fundo....Medo de dobrar a esquina....Medo de ficar no escuro....

5 comentários:

Juliana.Campos disse...

Nossa quanta confusão =O
mas não posso nem falar nada, porque acho que a minha confusão é tão confusa ou mais do que essa ;p
O amor, sempre o amor, porque sempre tão complicado?!(unf!)

Cabraforte disse...

na verdade acho o Amor tão simples!

não falo do amor, mas da confusão que fazem com ele, as vezes acho que é apenas uma brincadeira quando alguem diz eu te amo!,


fui

Juliana.Campos disse...

tudo mais claro agora!
concordo com "a brincadeira com eu te amo" pra mim isso é muito sério, algo que vai no fundo da alma, não é bom dia!
por isso falar de amor é tão complicado as vezes causa uma confusão danada ;)
beiijinhus!

SAMANTHA ABREU disse...

ando fazendo essas confusões... embora eu não ache, não, que o amor seja coisa simples...
hehehehhee


um beijO!

Gabriele Fidalgo disse...

É, complicam mesmo. Eu também acho.
Essa confusão, esse medo... acho que todo mundo tem um pouco. O problema é quando isso vira algum impecílio.

:*